fbpx
Turma de amigos reunidos e conectados com seus gadgets e head "limpeza virtual"

Limpeza virtual: ajude o meio ambiente!

Há pouco tempo, nós mesmos comentamos sobre o Dia Mundial da Limpeza (você pode conferir nossa matéria clicando aqui), mas ainda deixamos de lado um outro fator muito importante que interfere no meio ambiente: a internet. Continue lendo para aprender sobre limpeza virtual!

É verdade que consideramos a web nossa aliada para reduzir papéis e poupar milhões de árvores por aí, além de toda a praticidade que ela oferece.

O que acontece por aqui é que, da mesma maneira que facilita (e muito) a nossa vida, a internet também é responsável pelo chamado carbono digital!

O que é o carbono digital?

O carbono digital é todo gás emitido em data centers para armazenamento e envio de informações pela internet! 

Isto é, toda troca de informações que fazemos na internet, seja enviar um e-mail, armazenar uma foto, realizar uma chamada de vídeo e até mesmo assistir a algum streaming, emite o carbono digital. Isso porque os servidores utilizam usinas termelétricas como fonte de energia.

Anualmente, a internet emite cerca de 900 milhões de toneladas de carbono digital, o que é bem próximo de 10% do consumo de energia mundial. Esse número tende a dobrar até o final desta década, atingindo cerca de 20%.

Para exemplificar de forma palpável, vamos trabalhar com um exemplo cotidiano: o consumo de energia para 2 horas diárias de streaming, em um ano, seria o equivalente a percorrer 3 mil quilômetros com uma scooter elétrica.

Saiba que nós podemos contribuir para a redução da emissão de carbono digital de uma forma bem simples.
Imagem ilustrativa de usina termelétrica

Como fazer uma limpeza virtual?

Imagine seu smartphone como seu quarto. Se deixar de limpá-lo com frequência, acumularemos uma pilha de lixo. 

É exatamente a mesma coisa! 

Todos os arquivos, fotos, e-mails e mensagens que estão armazenadas nos nossos celulares continuam ali, você vendo-as ou não. Esses arquivos são chamados de lixo virtual!

A diferença é que, quanto mais lixo virtual você acumula em seu celular ou computador, mais energia os servidores utilizarão para armazená-los. E assim, o consumo energético da internet só aumenta.

Então, da mesma forma que limpamos nossa casa, devemos separar um tempinho e dedicá-lo à limpeza de nossos aparelhos eletrônicos. Veja algumas dicas do que fazer para realizar a limpeza virtual:

  • Exclua fotos antigas e duplicadas;
  • Delete, periodicamente, e-mails da sua caixa de entrada;
  • Priorize aplicativos de mensagens rápidas (lembrando de deletar conversas mais antigas);
  • Desinstale aplicativos e jogos que você não utiliza;
  • Troque o modo de reprodução de HD para Standard, nos aplicativos de streaming.

Além de contribuir para a redução de carbono digital, você prolonga a vida do seu dispositivo.

Uma recomendação que deixamos para você é o aplicativo Google Files para ajudar na limpeza do seu dispositivo. Infelizmente, ele está disponível apenas na Play Store.

Energia limpa como solução!

Aqui a atenção é toda dela: a energia limpa (ou energia verde)!

Chamamos de energia limpa toda aquela que não emite poluentes no meio ambiente, são elas:

  • Eólica;
  • Hidráulica;
  • Solar;
  • Maremotriz;
  • Geotérmica.

É importante mencionar que, mesmo sendo considerada energia limpa, não significa que não possui impacto ambiental. Se considerarmos esse ponto, apenas a energia solar e eólica seriam consideradas limpas e inesgotáveis. 

Toda essa informação pode ser assustadora, mas, já imaginou se todos os servidores de datas centers utilizassem essa forma de abastecimento energético? 

A Google, por exemplo, está consciente do seu impacto ambiental e possui projetos para reverter sua fonte de energia em energia limpa. E temos até um site onde é possível acompanhar, em tempo real, a emissão de CO² pela Google: http://www.janavirgin.com/CO2/.

Você já possuía algum conhecimento sobre carbono digital ou limpeza virtual? É interessante apresentar informações reais e que, muitas vezes, não temos acesso!

Como será sua rotina virtual após esse conteúdo? Não deixe de acompanhar outros assuntos aqui em nosso blog e também de nos seguir nas redes sociais!

Compartilhe: